Empreendedorismo, Franquias

Franquias: o cenário para 2019

Ser um franqueador de sucesso no Brasil é algo complexo e desafiador. Enquanto o país enfrenta uma crise econômica histórica, franqueadores vêm buscando soluções e inovações para suas redes de negócio.

Eu, como consultor de algumas redes nacionais de varejo, me deparo com mesas de diretoria tentando equalizar seus esforços entre planejamento de produto e planejamento de expansão. O consumidor final e o investidor são personas completamente diferentes, portanto, cada um necessita de um trabalho diferente, com definições de estratégias de vendas e comunicação distintas, relacionamento diferenciado, etc.

Como consultor na área, eu percebi que várias redes optaram por frear a expansão durante 2017 e 2018, aproveitando para dedicar-se à estratégia de produto, renovando o mix, corrigindo falhas de serviços e reduzindo custos fixos de operação. O cenário vivido nos últimos dois anos foi de receio, tanto por parte das franqueadoras, que evitaram implantar operações duvidosas, quanto dos investidores, que trataram seu capital com muita cautela esquivando-se de riscos e ameaças.

Mesmo com tantos desafios enfrentados, eu consigo enxergar um lado muito positivo neste contexto. Em 2019, estaremos diante de modelos de negócio mais sólidos, com custos de operação e implantação reduzidos. Teremos ainda, investidores animados, com reservas de capital aguardando oportunidades. E na outra ponta, redes varejistas com apetite de expansão, dispostas a correr atrás do tempo perdido e ampliar seu território de atuação. Bons ventos irão soprar no universo do franchise.

Autor


Anibal Maini

Anibal Maini

Anibal Maini é Consultor e fundador da GPME Expansão e Estruturação de Negócios. Graduado pela Universidade Federal de Juiz de Fora em Administração de Empresas, é especialista em consultoria para pequenos e médios negócios, com 12 anos de atuação. Com vasta experiência em gestão de redes de varejo em todo território nacional, possui diversos projetos desenvolvidos para redes de franquias e redes associativistas.